sexta-feira, 18 de maio de 2018

Evento: "Gestão de segurança e saúde de trabalhadoras gestantes e lactantes em serviços de saúde"

Objetivo:
Discutir a aplicação das recomendações legais (CLT e NR32) e o impacto da Lei 13.287/2016 na gestão da segurança e saúde de trabalhadoras gestantes e lactantes em serviços de saúde, considerando os riscos para a trabalhadora, para o concepto e para o lactente, apontando medidas eficazes de proteção.

Público-alvo:
Médicos, Enfermeiros do Trabalho, Técnicos de Segurança do Trabalho; Profissionais de Serviços de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) privados e públicos; prestadores de serviço em Segurança e Saúde no Trabalho;Gestores de estabelecimentos de serviços de saúde; advogados;auditores fiscais e profissionais da área da saúde.

Data: 22 de maio de 2018 – das 8h30 às 12h
Local: Auditório da Fundacentro
Rua Capote Valente, 710 – Pinheiros – São Paulo – SP

Inscrições através do link: https://goo.gl/forms/hvggG2BOa32IRekE3

Veja folder do evento:
 http://www.fundacentro.gov.br/Arquivos/sis/EventoPortal/AnexoConteudoProgramatico/FOLDER%2022-05.pdf


Fonte: http://www.fundacentro.gov.br/cursos-e-eventos/detalhe-do-evento/2018/5/gestao-de-seguranca-e-saude-de-trabalhadoras-gestantes-e-lactantes-em-servicos-de-saude

Palestra sobre SST é ministrada na Penitenciária Modulada de Montenegro do Rio Grande do Sul

Nesta semana, a pesquisadora Maria Muccillo da Fundacentro do Rio Grande do Sul, esteve na Penitenciária Modulada de Montenegro do Rio Grande do Sul para palestrar sobre “Segurança e Saúde no Trabalho”.
O objetivo da palestra baseou-se no reconhecimento da importância da Comissão Interna de Segurança e Saúde do Servidor Penitenciário (Cissspen), na obtenção de critérios para desenvolver Plano de Ação com o desencadeamento de melhoria contínua da segurança e saúde no trabalho (SST) para agentes penitenciários.
Fazendo parte do Programa de Valorização e Atenção à Saúde Física e Mental dos Servidores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul, essa iniciativa vem sendo realizada desde 2013, quando a Fundacentro/RS em parceria com o Serviço Penitenciário do Rio Grande do Sul (Susepe/RS), realiza cursos de segurança e saúde no trabalho (SST).
Desde o inicio das discussões, as duas instituições preocupam-se com a saúde e segurança dos profissionais, principalmente nos fatores que desencadeiam estresse no ambiente de trabalho dos presídios de Porto Alegre.

Fundacentro/MG lança Observatório sobre uso de agrotóxicos

A Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região e a Fundacentro/MG promoveram em Belo Horizonte a audiência pública “Agrotóxicos, suicídios e doenças ocupacionais” para discutir o uso desses venenos e seus impactos à saúde humana. Na ocasião, também foi lançada a plataforma digital “Observatório do uso de agrotóxicos em Minas Gerais e da agroecologia”, apresentada pelo chefe da regional, Erico Torres. O evento fez parte das atividades voltadas ao Movimento Abril Verde.
A ideia de criação do Observatório surgiu no Seminário Produção Agrícola, Ecossistemas e Saúde do (a) Trabalhador(a), realizado pela Fundacentro/MG em junho do ano passado. O objetivo é articular uma rede de instituições e interessados comprometidos com a proteção do meio ambiente e a saúde dos trabalhadores da agroindústria, possibilitando o acompanhamento do uso de agrotóxicos e seus danos à saúde e ao meio ambiente.
No site, é possível acessar notícias, artigos, dossiês, vídeos, apresentações e outros links relacionados com o tema do Observatório. Entre os parceiros, estão Ministério Público do Trabalho-MPT, Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – Emater-MG, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – Epamig, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa e Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Atendimento a vítimas de acidentes com material biológico deve ser nas UPAs

O Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest) promoveu, nesta quarta-feira (16), um seminário que tratou do primeiro atendimento a vítimas de acidentes com exposição a materiais biológicos. O evento foi realizado na sede do órgão, no Conjunto Santo Eduardo, em Maceió.
Participaram do seminário, médicos, enfermeiros e farmacêuticos que atuam nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Alagoas. Segundo a supervisora do Cerest, Gardênia Santana, a iniciativa teve como propósito ajustar o atendimento e, com isso, por em prática a descentralização dos atendimentos a vítimas de acidentes com material biológico.
“O atendimento a vítimas de acidentes com esses materiais acontece no Hospital Escola Hélvio Alto. No entanto, com a descentralização, os pacientes e profissionais expostos ganham em agilidade, que nesses casos é essencial”, explicou Gardênia Santana.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Ciclo de palestras sobre segurança e saúde no trabalho do Distrito Federal

Em 2018, a Fundacentro no Distrito Federal promoverá um ciclo de palestras, com o objetivo de apresentar e discutir temas, conceitos e soluções relacionados à gestão em segurança e saúde no trabalho, propiciando aos participantes novas ideias e reflexões que contribuam para a melhoria das condições de trabalho.
A primeira palestra ocorrerá no dia 21 de maio, às 10h, no auditório da Fundacentro-DF. O palestrante Órion Sávio Santos de Oliveira é analista técnico de políticas sociais da Previdência Social e abordará o tema “E-Social na Segurança e Saúde no Trabalho”.

Cartilha: “Proteção contra Choques Elétricos em Canteiros de Obras”

Em 2018, a Fundacentro do Distrito Federal irá realizar uma campanha direcionada aos profissionais da indústria da construção, com o objetivo de difundir informações sobre proteção contra choques elétricos nos canteiros de obras e, consequentemente, reduzir os acidentes com eletricidade.
As ações serão voltadas para apresentar e discutir conceitos básicos sobre gestão de riscos em eletricidade, compartilhar inovações que contribuam para a melhoria dos ambientes de trabalho, bem como discutir tendências e desafios relacionados à proteção contra choques elétricos na atualidade, com foco no desenvolvimento de uma cultura de prevenção.
Como parte dessa Campanha, a Fundacentro publicou a cartilha “Proteção contra Choques Elétricos em Canteiros de Obras”, de autoria dos servidores Maurício José Viana (Fundacentro-PE) e Swylmar dos Santos Ferreira (Fundacentro-DF). A cartilha está disponível para download gratuitamente no site da Fundacentro.


Faça download da cartilha em: 

Brasil sem amianto é tema de seminário

O tema amianto será discutido durante a realização do 2º Seminário Internacional Brasil sem Amianto: uma abordagem da saúde do trabalhador, de 15 a 18 de maio de 2018, no Bourbon Convention Ibirapuera Hotel, em São Paulo.
A coordenação do evento é do Ministério Público do Trabalho, por meio do Programa Nacional de Banimento do Amianto e tem o apoio da Fundacentro e entidades parceiras.
De acordo com o MPT, a justificativa para a realização deste seminário vem do I Seminário Internacional do Amianto: uma Abordagem Sócio-Jurídica, ocorrido em Campinas/SP, onde foram debatidos aspectos sociais e jurídicos. Os sociais voltados a alertar a sociedade e os jurídicos, que envolvem a discussão nos Tribunais sobre a constitucionalidade do uso do amianto crisotila no país, a despeito dos compromissos assumidos pela República Federativa do Brasil quando da ratificação das Convenções 139 e 162 da Organização Internacional do Trabalho.
Especialistas nacionais e estrangeiros estarão reunidos para falar sobre os temas centrais do evento, tais como “Asbestos: cenário brasileiro atual e perspectivas”; “Conferência e debate: amianto no Reino Unido”; “Amianto: vigilância à saúde”.